Seja bem vindo(a)!!!





Há mais 15 anos , apresento um programa de rádio intitulado "Canta Minas", na rádio Aranãs FM, de Capelinha MG, com enfoque exclusivo para a música mineira em todas suas vertentes. Sempre fui apaixonado por música e, assim sendo, tomei a iniciativa de criar este blog com a finalidade de divagar um pouco sobre as minhas impressões durante os mais de 12 anos de programa. Além da música também sou apaixonado por História e Literatura. Aqui, publicarei crônicas, causos e outras divagações a respeito de tudo que tenho vivido nesse pedaço de chão que é o Vale do Jequitinhonha. E como não pode deixar de ser, também escrevo sobre a minha querida terra natal, Corinto, e outras vivências pelo mundo afora que me ajudaram a construir uma história de gente comum, sem heroísmos, no entanto carregada pelos "sinais de humanidade"!!! Abraços Gerais!!!

banner

banner

quarta-feira, 20 de julho de 2011

5ª NOITE DO GALPÃO TRAZ WALTER DIAS LANÇANDO SEU PRIMEIRO CD

Música mineira, ganha alma na voz do compositor Walter Dias
que canta a essência da vida

Walter Dias, de Araçuaí MG
Na sua quinta noite, o Galpão Cultural receberá como maior atração o cantor e compositor Walter Dias nascido em Araçuaí/MG, no Vale do Jequitinhonha, uma das regiões de maior riqueza cultural do nosso país.

Expoente do atual cenário musical de Minas Gerais, vem se consagrando como um cantor original, dono de uma voz privilegiada, e como um exímio compositor. Sua música é de extrema sensibilidade e suas letras exalam verdade, essência e poesia.

Walter Dias tem em sua personalidade musical um encantamento que seduz, fator que faz as pessoas se identificarem com a sua música. Isto acontece tanto devido a presença do lúdico quanto a existência e expressão da verdade na forma com que ele se relaciona com a música. "A relação que estabeleço com a música, é a de uma parceria em que confiança, verdade e amor se entrelaçam formando letras e melodias que em seguida, ganham vidas e transmitem verdades. Acredito que é isto que faz com que haja uma aproximação e identificação com as pessoas". E mais que isto, suas músicas tem alma e vida própria.

Após muitas andanças, o músico que viveu parte da infância em Araçuaí e outra no interior de Goiás, radicou-se em Belo Horizgnte em 79, e hoje, através da sua música tem conhecido vários estados do País, , o que o torna um artista ainda mais diferenciado, conhecedor das linguagens artísticas regionais de outros estados.

É músico profissional pela OMB (Ordem dos Músicos do Brasil/MG) desde 89. Em 85 venceu o i° Festiva! de música em que participou em BHTE, e de lá pra cá, são mais de 100 festivais nacionais, sendo premiado ern vários deles. Suas participações são sempre muito originais e suas letras expressam com muita clareza a história dos fatos que o compositor se propõe a contar. Atualmente, Walter Dias é o maior premiado da história do Festivale - Festival de Cultura de maior diversidade de Minas Gerais que acontece anualmente no Vale do Jequitinhonha e que já projetou nomes como: Paulinho Pedra Azul, Saulo Laranjeira, Tadeu Franco, Rubinho do Vale dentre outros. Abaixo alguns dos festivais em que participou:

Festival Nacional de Boa Esperança / MG
Festival da Canção IZP - Maceió/AL
Tatuí / SP- com a Orquestra Sinfônica de Tatuí;
Fest Sinhá- Tumbiara / GO
Tangará da Serra / MT
Fercapo- Festival da Canção Popular- Cascaval / PR
Festival Nacional de MPB de Ilha Solteira / SP
Festin- Festival de Inverno em Toledo / PR
Festur- Festival de Turmalina / MG
Festi-Afro-Festival Nacional da música negra em Limeira / SP
Festival da TV Alterosa - Belo Horizonte / MG

Além da intensa relação que Walter Dias possui com os festivais de música e ter tocado em centenas de bares da vida, ele já esteve em palcos que grandes nomes da música brasileira estiveram. Nomes como: Olodum, Lô Borges, Toninho Horta, Tadeu Franco, Vander Lee, Tamboleíê, Maurício Tizumba, Zé Geraldo e outros.

WALTER DIAS E O CD SETEMBRO
Por que o nome Setembro ao CD?

Setembro será a música tema do CD. E também pelo fato de ser uma única palavra, de fácil pronúncia, e simpática. Dá uma idéia de coisas boas; cores, boas relações, etc... De todas as outras, talvez seja a que mais represente o CD. Além dela as outras serão: Rio De histórias; Que fala do Vale Do Jequitinhonha/MG, terra natal de Walter Dias, e da relação do povo do Vale com o rio Jequitinhonha- traços da história; Bons Tempos; Influência do Clube da Esquina, e que traz uma mineiridade serena e o resgate das boas relações humanas; Dor de mim, Um samba rock com uma poética inteligente, alegre e rica na melodia e harmonia; Meu Ninho (Walter Dias/música - Dayanne Timóteo/letra); um xote bem singelo com musicalidade bem mineira, tem a participação de Toninho Horta, tocando e cantando; Solta (solta),uma balada moderna, que é forte e de linguagem atual; A Nós Mesmos; uma homenagem a comunidade negra do Brasil, um protesto sutil; muito mais a exaltação da raça.; Meu Jardim Brasileiro, que traz flores, fatos, personagens...algo que simboliza a brasilidade - um baião forte e bem construído de forma rica e melódica (participação de Toninho Horta tocando guitarra); Manifesto H2O, um baião/maracatu que fala da água de forma diferente; trazendo a relação de povos e espaços onde a água existe, tornando-a em certos casos, sagrada. Vale lembrar de uma conscientização em relação a fatos modernos como maremotos, tsnunamis, etc. Um leve puxão de orelha nas pessoas em relação a consciência ambiental; Eterno amor, um samba tradicional; de letra simples e de apelo popular, de fácil absorção, algo do cotidiano; a Valsa do Desencanto de Paulinho Pedra Azul, que aliás participa cantando; é romântica e bem mineira, com um texto simpático e agradável; a balada Palma, de Júlio Haab de Toledo/PR; que fala do cotidiano afetivo, romântico.

Um tempo bom! Um CD que agrade todas as faixas etárias. Que agrade e chegue ao maior número de pessoas.


JÉSSICA DE SOUZA ABRE A NOITE DE CANTORIA

A jovem cantora Jéssica de Souza
Uma das mais novas revelações da música de Capelinha, Jéssica de Souza, abrirá a programação musical da noite, voltando novamente ao palco do Galpão. Ela se apresentou no ano passado e recebeu diversos elogios do público.

Jéssica canta em corais de Igreja desde os 9 anos de idade. Cantou em público pela primeira vez na Churrascaria Chapadão, num espaço aberto pelo músico Toninho Violão. Depois disso, ela apresentou no Galpão Cultural nos anos de 2008, 2009 e 2010.

Também participou no 26º  Festivale em Capelinha e atualmente canta em casamentos.

Esta é a programação para esta noite no Galpão, lembrando que hoje também acontece a badalada festa do Clube dos Cachorrões.

Hoje a noite promete muita coisa boa!

Espero por você lá no Galpão Cultural.
Abraços Gerais!!! Inté, uai!!!

Foto de Jéssica: Tadeu Oliveira


Serviço:
Shows com Jéssica de Souza e com Walter Dias, lançando o CD Setembro
Data: 20/07/2011
Hora: 22h00
Local: Galpão Cultural Maria Odeth Sampaio, anexo ao Parque de Exposições no bairro das Acácias, em Capelinha MG.
XXV Festa do Capelinhense Ausente, com entrada franca

Nenhum comentário:

Postar um comentário