Seja bem vindo(a)!!!





Há mais 15 anos , apresento um programa de rádio intitulado "Canta Minas", na rádio Aranãs FM, de Capelinha MG, com enfoque exclusivo para a música mineira em todas suas vertentes. Sempre fui apaixonado por música e, assim sendo, tomei a iniciativa de criar este blog com a finalidade de divagar um pouco sobre as minhas impressões durante os mais de 12 anos de programa. Além da música também sou apaixonado por História e Literatura. Aqui, publicarei crônicas, causos e outras divagações a respeito de tudo que tenho vivido nesse pedaço de chão que é o Vale do Jequitinhonha. E como não pode deixar de ser, também escrevo sobre a minha querida terra natal, Corinto, e outras vivências pelo mundo afora que me ajudaram a construir uma história de gente comum, sem heroísmos, no entanto carregada pelos "sinais de humanidade"!!! Abraços Gerais!!!

banner

banner

terça-feira, 17 de maio de 2011

MARINA JARDIM EXPÕE "COR & MOVIMENTO"

Fonte: Facebook de Marina Jardim
Estive em BH nesse fim de semana, oportunidade para frequentar circuitos gastronômicos, cinema, shows e espaços culturais. Assistir ao show TecnoGroove de Tom Nascimento, nome que desponta da nova safra de compositores e cantores de Minas Gerais, na barragem Santa Lúcia através do Conexão Vivo 2011, com a participação especial do paraibano Chico César, que encerrou a programação, foi algo inebriante.

Depois da boa música, foi a vez de curtir as artes plásticas. Estando em Belo Horizonte, não poderia me furtar de visitar a exposição “Cor e Movimento”, da artista plástica Marina Jardim, na galeria do IBS Espaço Cultural.


Foto: Tadeu Oliveira
 Vale muito a pena conhecer o maravilhoso trabalho de Marina Jardim, um dos grandes talentos artísticos do Vale do Jequitinhonha. Ela, a exemplo do monstro sagrado na confecção de capas de LPs Elifas Andreatto, tem revelado muita criatividade na produção de capas de CDs de diversos grupos e artistas mineiros, com belíssimos temas e coloridos encantadores. Tive a felicidade de escrever textos para dois destes CDs com capa feita por Marina: “Frei Chico, Lira Marques, Dona Generosa e Corais e Araçuaí” e “Queremos Navegar”, do Coral Nossa Senhora do Rosário, ambos produzidos por Rubinho do Vale.

Nas pinturas de Marina Jardim a predominância das cores quentes nos transporta para o mundo da alegria e do movimento. Seus temas estão carregados dos signos da cultura popular próprias do interior do Brasil e em especial, do Vale do Jequitinhonha.

O tema principal das suas telas são as danças, os folguedos, as festas, os brinquedos e as brincadeiras inspiradas da infância vivida na pequena e distante Rubim, sua terra natal. Aliás, Marina esclarece que o predomínio das cores fortes, os vermelhos e amarelos, são lembranças do sol escaldante da sua terra que ficou impregnado em suas retinas.

A exposição "Cor e Movimento" traz 20 quadro inéditos e ficará aberta à visitação, com entrada franca, de segunda a sexta-feira, das 16h às 22h, e aos sábados de 10 às 17h, até o dia 26 de maio, no IBS Espaço Cultural, na Av. Prudente de Morais, 444, Cidade Jardim.

Foto: Tadeu Oliveira

Tão logo se encerre esta exposição, Marina arrumará as malas rumo a Brasília onde participará de uma outra exposição junto com outros artistas, na Galeria Zumbi dos Palmares, na Câmara dos Deputados Federais.

Pelo menos já é certa a presença da exposição numa cidade do Vale. A cidade de Jequitinhonha receberá a artista por ocasião do aniversário da cidade, em setembro.
Aproveito para sugerir aos organizadores da Festa do Capelinhense Ausente a possibilidade de se trazer para a cidade a exposição de Marina Jardim, a exemplo de outras que passaram pela cidade. Lembro-me da exposição fotográfica de Vilmar Oliveira, no salão Câmara Municipal local, que foi muito visitada pela comunidade em geral.

Para saber mais sobre Marina Jardim, acesse o site http://www.marinajardim.com.br/ e conheça as obras desta série.

Nenhum comentário:

Postar um comentário