Seja bem vindo(a)!!!





Há mais 15 anos , apresento um programa de rádio intitulado "Canta Minas", na rádio Aranãs FM, de Capelinha MG, com enfoque exclusivo para a música mineira em todas suas vertentes. Sempre fui apaixonado por música e, assim sendo, tomei a iniciativa de criar este blog com a finalidade de divagar um pouco sobre as minhas impressões durante os mais de 12 anos de programa. Além da música também sou apaixonado por História e Literatura. Aqui, publicarei crônicas, causos e outras divagações a respeito de tudo que tenho vivido nesse pedaço de chão que é o Vale do Jequitinhonha. E como não pode deixar de ser, também escrevo sobre a minha querida terra natal, Corinto, e outras vivências pelo mundo afora que me ajudaram a construir uma história de gente comum, sem heroísmos, no entanto carregada pelos "sinais de humanidade"!!! Abraços Gerais!!!

banner

banner

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

PEDRO VAI A CAMINHO DO SUCESSO


Me chega a notícia de que Pedro Morais se apresenta com Milton Nascimento, no Rio de Janeiro juntamente com o grupo de novos artistas mineiros, o Cobra Coral. É sempre bom ouvir boas novas sobre pessoas que temos grande carinho e apreço.

Conheci Pedro Morais em 1999, então com dezesseis anos, disputando seu primeiro FESTUR – Festival da Canção de Turmalina. Naquela ocasião, Morais chegara às finais do 16.º FESTUR para faturar o prêmio de melhor intérprete, cantando “Discriminação”, de sua própria autoria, além de faturar o segundo lugar com a música “Languidez”, de seu pai, Dalton Magalhães, com quem frequentou rodas de chorinho e samba-canção na Minas Novas de sua infância. Confesso que, a princípio, não botei fé naquele moleque ladeado por dois outros rapazes negros que lembravam personagens de filmes sobre os guetos americanos. Bastou ao trio começar a tocar para que eu desfizesse qualquer pré-conceito. Pedro Morais esbanjava uma serenidade própria de quem sabia o que fazia e a que vinha.

Logo nasceria entre nós uma amizade que se estenderia aos seus pais, Dalton e Vânia, também cantadores e compositores que há muito espalham sonoridades pelas sendas do Vale. Aliás, Pedro Morais foi gestado nos palcos do FESTIVALE, pois seus pais sempre marcaram presença ativa nos movimentos culturais do Vale do Jequitinhonha. Muitas vezes, Pedro acompanhava seus pais em visita ao casal de amigos Zé Maurício e Cidinha Borges em Capelinha. Eram agradáveis tardes de domingo regada com música para todos os gostos.  

Pedro Morais se apresentando na festa dos 4 anos do Programa Canta Minas/2004
Pedro Morais foi o primeiro artista a cantar ao vivo no programa Canta Minas. Foi também a grande atração na festa de aniversário em comemoração aos quatro anos do programa sob meu comando, em 2004. Naquela ocasião, vários ouvintes do programa foram curtir a festa pensando que teriam à frente um cantador popular maduro, com chapéu na cabeça e viola no peito. Ao se depararem com um jovem transbordando carisma e talento muitos não titubearem em render-se a ponto de tornarem-se fãs confessos.

Naquele tempo Pedro Morais já exibia uma performance impecável. Cantava com a mesma paixão e intensidade para um pequeno grupo de pessoas como se tivesse cantado para o mundo. Dominava o palco como se estivesse na sala de estar de sua casa e esbanjava técnica e emoção em suas interpretações. 


Dono de uma voz singular e de um senso rítmico incomum, ai de quem o comparasse com outros artistas de renome. Sempre bebendo em novas fontes, ele foi construindo um estilo próprio e inconfundível ao criar novas sonoridades e releituras musicais, no entanto sem perder a humildade. E como sugere a sua própria composição, que Pedro Morais vá sempre adiante para conquistar o seu lugar no topo do mundo. Sucesso, saúde e paz para você!

10 comentários:

  1. Olá Tadeu,
    Seu blog é tudo de bom!
    Estou indignada, pois a horas procuro a letra da múica o "Rio e o Vale" de Luciano camargos e não acho!

    ResponderExcluir
  2. Oi Maria José,

    Obrigado por visitar e curtir o meu blog. Segue a letra da músicas pra vc:

    O RIO E O VALE (Luciano Camargo)

    Jequitinhonha que nasce em Diamantina
    Corre pelo vale e chega até o mar
    Trazendo esperança ao Vale terra santa, Jequitinhonha

    Diamantina, Itaporé, Itinga, Itaobim, Jequitinhonha
    Almenara, Salto da Divisa, corta a 101, Jequitinhonha

    Ê canoeiro, ê canoa
    Vamos navegar

    Vale do amor, minha paixão
    Jequitinhonha, tu és canção
    O Rio e o Vale, o Vale e o Rio
    Jequitinhonha, tu és Brasil

    Ê canoeiro, ê canoa
    Vamos navegar

    Abraços Gerais!!!
    Inté, uai!!!

    Tadeu Oliveira

    ResponderExcluir
  3. Oi Tadeu,
    Gostaria de saber como faço pra arrumar a musica O Rio e o Vale.
    Adorei!

    ResponderExcluir
  4. Caro Felipe,
    No youtube vc poderá ouvir a música através desse link: http://www.youtube.com/watch?v=9zTPPBd3eOs

    A gravação é do Coral Vozes das Veredas.

    Abraços,

    Tadeu Oliveira,

    ResponderExcluir
  5. Ola Tadeu,
    gostei muito do seu blog,é muito gratificante ver pessoas como você que mostram nossa cultura,nossos ritmos.
    Um grande abraço !!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Isabela,

      só hoje vi seu comentário. Muito obrigado!

      Abraços Gerais!
      Inté, uai!

      Tadeu

      Excluir
  6. Tem esta música em MP3 para download?

    ResponderExcluir
  7. Oi Tadeu adorei o seu blog! muito bom !
    abraço,
    Denise.

    ResponderExcluir
  8. Muito legal essa matéria sobre Pedro Morais. Fomos muito felizes todo o período que passamos em Capelinha, nossas rodas de viola, amigos queridos compartilhados, ê tempo bom! Saudade! Um forte abraço! Sucesso!

    ResponderExcluir
  9. Obrigado pelo carinho, Vânia! E que Pedro continue sua caminhada rumo ao sucesso!!!

    ResponderExcluir